Ácidos para a pele

Os ácidos são substâncias capazes de promover uma renovação celular, regularizar a superfície da pele, melhorar as manchas, atenuar rugas finas, estimular a produção de colágeno, controlar a oleosidade da pele, melhorar acne e poros abertos. A pele ficará mais viçosa e apresentará um aspecto rejuvenescido. Por possuírem tantos benefícios, eles são considerados os queridinhos dos dermatologistas. O uso de qual tipo de ácido será determinado em virtude do problema a ser tratado e eles podem ser combinados, a fim de otimizar o resultado. Não são todas as pessoas que podem ser submetidas a tratamentos com ácidos. Pacientes grávidas não podem usar ácidos (exceto o ácido azeláico, que pode ser utilizado); pacientes com pele fina e clara propensos a rosácea e/ou dermatite seborreica (caspa) devem evitar o seu uso, pois apresentam uma pele mais sensível que pode não tolerar o tratamento com ácidos. Peles morenas ou negras não contraindicam o uso de ácidos. Neste caso, a sua concentração e tempo de uso serão controlados e ajustados pelo médico. Leia mais

Dicas para cuidar da sua pele pós-festas

Os cuidados pós-festas são fundamentais para garantir uma melhora no aspecto de cansaço e de desidratação da pele.

Assim que chegamos de uma festa não devemos nos esquecer de retirar a maquiagem, usando um bom demaquilante e fazendo a limpeza do rosto com sabonete apropriado e tônico. Em caso de muito cansaço, uma boa alternativa é usar lencinhos de limpeza para removê-la. Leia mais

Os cuidados com a pele de acordo com a faixa etária

ADOLESCENTES – 12 A 20 ANOS

A pele é quase sempre mista ou oleosa com tendência a cravos e espinhas. Isto ocorre devido às alterações hormonais que promovem aumento da secreção das glândulas sebáceas. Deve-se ter especial atenção com a limpeza e o controle da oleosidade. Os hidratantes e os fotoprotetores (FPS maior ou igual a 15) devem ser livres de óleo (oil free).

ADULTOS JOVENS – 20 A 30 ANOS

Há aumento da perda de água pela pele, alterando seu nível de hidratação. Ela também começa a perder colágeno e elastina, o que a torna menos firme e resistente. Nessa faixa etária, manchas e as primeiras rugas podem aparecer. Os cuidados diários (limpeza, tonificação e hidratação) se tornam ainda mais importantes. Não se esquecer de hidratar a área do colo e pescoço. Os produtos para as áreas dos olhos, antioxidantes e renovadores celulares estão indicados a partir do 25 anos. Manter uso diário de filtro solar. Podem ser utilizados, uma vez por semana, esfoliantes e máscaras faciais. Leia mais

Cuidados com a pele masculina e dicas para o barbear perfeito

A pele masculina, em virtude das diferenças hormonais e genéticas, é mais espessa, mais oleosa, possui poros maiores e maior quantidade de pelos. Por ter mais pelos, é necessário barbear-se diariamente, o que pode ocasionar maior sensibilização e até quadros de foliculite de barba (inflamação dos pelos). Como as glândulas sebáceas trabalham mais ativamente, há maior produção de óleo, devendo a sua limpeza ser uma etapa essencial nos cuidados diários da pele. Além disso, a limpeza também evita o acúmulo de células mortas, suor, gordura, e resíduos de poluição, os quais favorecem a obstrução dos poros, propiciando ao surgimento de cravos e espinhas. Essa limpeza deve ser realizada duas vezes ao dia e com sabonetes que controlem a oleosidade. Estão indicados tônicos a fim de remover os resíduos e o excesso de óleo, equilibrando o pH da pele. A pele masculina também deve ser hidratada e devem ser usados produtos não gordurosos, com fácil aplicação e boa absorção. Para isto, produtos em veículos gel-creme ou gel são boas opções. Os filtros solares também não devem ser esquecidos, devendo ser de, no mínimo, FPS 15 e em veículo gel ou gel-creme ou loção oil-free. Leia mais

Sua pele é sensível?

A pele sensível é aquela capaz de reagir de forma exacerbada a diversos estímulos, internos ou externos, como variações climáticas, poluição, ar condicionado, exposição ao sol, uso de água muito quente, esfoliações. Ela não caracteriza um tipo de pele, e sim, uma condição de determinado tipo de pele, ou seja, tanto a pele seca quanto a pele oleosa podem ser peles sensíveis. Ela é caracterizada por vermelhidão, coceira, calor, ardência e ressecamento.

Os produtos indicados para este tipo de pele devem ser isentos de álcool, pigmentos ou corantes e conter pouco ou nenhum perfume. Para a sua limpeza, estão indicados agentes de limpeza suaves que contenham como ativos o extrato de camomila, alfa bisabolol e alantoína, pois são substâncias descongestionantes, regeneradores, cicatrizantes e anti-inflamatórias. Estão contra indicados o uso de sabonetes em barra, pois o seu pH alcalino resseca mais a pele. Leia mais

Saiba mais sobre Pelos encravados

Os pelos encravam, pois há obstrução do folículo piloso (canal onde o pelo passa). Essa obstrução pode ser causada pelo próprio pelo, isto é, há pessoas que possuem como características pelos encurvados, que ao cresceram encurvam-se novamente e penetram na pele. Isto é uma característica genética do indivíduo. Outra causa é o uso frequente de cera para depilar, pois este método arranca o pelo pela raiz, tornando-o mais fraco e dificultando a sua saída pela pele, isto é, ele não consegue romper a camada mais superficial da nossa pele. Outra causa é o uso de roupas apertadas e uso excessivo de cremes hidratantes gordurosos que promovem, também, obstrução do folículo piloso. Leia mais

Frizz nos cabelos

O inverno é a época do ano em que nossos cabelos mais sofrem com o frizz, aqueles cabelinhos arrepiados. E por que isso acontece? Diariamente os cabelos são expostos a diversos tipos de estresse e no inverno isto não seria diferente. Nesta época do ano, o uso de secadores de cabelos, chapinhas e banhos quentes são intensificados, prejudicando muito a saúde dos cabelos. A estrutura do fio que mais sofre com estas agressões é a cutícula, sua camada mais externa. Leia mais

Estresse: Como ele pode atingir a sua pele

As situações estressantes levam à liberação na circulação sanguínea de substâncias, conhecidas como neuro-hormonios e do hormônio liberador de corticotrfina, o que aumenta o nível de cortisona, epinefrina e norepinefrina por estimulo da glândula suprarrenal. Estas substâncias regulam nossos sistemas imunológico e neurológico.

Quando há alguma situação de estresse, estes mediadores são liberados e modificam profundamente a resposta imunológica das nossas células de defesa, o que ocasiona, por vezes, verdadeiros “curtos-circuitos” e desperta as doenças. Os principais sintomas associados aos estados de estresse são: coceira, aumento de função fisiológica, alterações da resposta imunológica, além das consequências das coçaduras. Leia mais

Depilação a laser

Os lasers ou fontes de luz indicados para a depilação a laser emitem um feixe de luz altamente concentrado que ao atingir o folículo piloso, é absorvido pela melanina presente na raiz do pelo. Essa energia emitida irá, através do calor, promover a destruição do pelo. Há uma perda estimada de 20 a 50% de pelos por sessão.

Hoje, no mercado, existem vários tipos de aparelhos para a redução permanente de pelos. Dentre eles, podemos citar: laser de alexandrita, laser de rubi, laser de diodo, laser Nd:Yag e Luz Intensa Pulsada. Leia mais

Importância do filtro solar no inverno

No inverno a radiação solar é menor, mas isso não significa que ela é menos nociva. Os tipos de raios solares (UVA e UVB) continuam atuando em nossa pele, podendo ocasionar o envelhecimento (pele seca, rugas, manchas solares, pigmentação irregular) e até mesmo o câncer de pele. O raio UVB, que é a radiação que está mais relacionada ao surgimento do câncer de pele, é o que mais diminui nesta época do ano. No entanto, o raio UVA permanece constante, sendo este também capaz de induzir o câncer de pele e, principalmente, o seu envelhecimento. Em dias de mormaço as pessoas acham que não é preciso se fotoproteger e acabam se expondo de forma excessiva ao sol. Leia mais