Posts

Sua pele é sensível?

A pele sensível é aquela capaz de reagir de forma exacerbada a diversos estímulos, internos ou externos, como variações climáticas, poluição, ar condicionado, exposição ao sol, uso de água muito quente, esfoliações. Ela não caracteriza um tipo de pele, e sim, uma condição de determinado tipo de pele, ou seja, tanto a pele seca quanto a pele oleosa podem ser peles sensíveis. Ela é caracterizada por vermelhidão, coceira, calor, ardência e ressecamento.

Os produtos indicados para este tipo de pele devem ser isentos de álcool, pigmentos ou corantes e conter pouco ou nenhum perfume. Para a sua limpeza, estão indicados agentes de limpeza suaves que contenham como ativos o extrato de camomila, alfa bisabolol e alantoína, pois são substâncias descongestionantes, regeneradores, cicatrizantes e anti-inflamatórias. Estão contra indicados o uso de sabonetes em barra, pois o seu pH alcalino resseca mais a pele. Leia mais

Estresse: Como ele pode atingir a sua pele

As situações estressantes levam à liberação na circulação sanguínea de substâncias, conhecidas como neuro-hormonios e do hormônio liberador de corticotrfina, o que aumenta o nível de cortisona, epinefrina e norepinefrina por estimulo da glândula suprarrenal. Estas substâncias regulam nossos sistemas imunológico e neurológico.

Quando há alguma situação de estresse, estes mediadores são liberados e modificam profundamente a resposta imunológica das nossas células de defesa, o que ocasiona, por vezes, verdadeiros “curtos-circuitos” e desperta as doenças. Os principais sintomas associados aos estados de estresse são: coceira, aumento de função fisiológica, alterações da resposta imunológica, além das consequências das coçaduras. Leia mais

Você sofre com a Caspa?

A dermatite seborreica ou mais popularmente conhecida caspa é uma doença inflamatória de caráter crônico que acomete a pele de pessoas geneticamente predispostas. Ela pode ocorrer em homens e mulheres e suas lesões são observadas predominantemente em áreas ricas em glândulas sebáceas. Acomete o couro cabeludo, glabela, supercílios, pavilhão auricular, sulco nasogeniano e tronco. Suas manifestações clínicas são as seguintes: seborreia (aumento da oleosidade), descamação (caspa), eritema (vermelhidão) e prurido (coceira). Ocorre mais frequentemente no inverno e quando estamos mais estressados! Para o correto diagnóstico e tratamento, consulte o seu dermatologista!