Posts

Importância do filtro solar no inverno

No inverno a radiação solar é menor, mas isso não significa que ela é menos nociva. Os tipos de raios solares (UVA e UVB) continuam atuando em nossa pele, podendo ocasionar o envelhecimento (pele seca, rugas, manchas solares, pigmentação irregular) e até mesmo o câncer de pele. O raio UVB, que é a radiação que está mais relacionada ao surgimento do câncer de pele, é o que mais diminui nesta época do ano. No entanto, o raio UVA permanece constante, sendo este também capaz de induzir o câncer de pele e, principalmente, o seu envelhecimento. Em dias de mormaço as pessoas acham que não é preciso se fotoproteger e acabam se expondo de forma excessiva ao sol. Leia mais

Esportes ao ar livre e os cuidados com a pele

A cada dia mais pessoas praticam esportes ao ar livre, e por isso é importante falarmos dos cuidados necessários para evitar danos futuro a nossa pele.

As pessoas que praticam esportes ao ar livre recebem doses consideráveis de radiação ultravioleta (UV), que está relacionada como um importante fator de risco para o surgimento de câncer de pele.

O suor, em virtude do exercício, também contribui para o dano da pele relacionado ao UV e aumenta a sua sensibilidade à luz, facilitando o risco de queimaduras solares.

Leia mais

Você sabe as diferenças entre as radiações solares?

A radiação solar pode ser dividida em três grupos:

– Radiação Infravermelha: responsável pela produção de calor

– Luz Visível

– Radiação Ultravioleta: é a radiação com maior atividade biológica e é dividida em três diferentes faixas: Ultravioleta C (200 – 290nm) – não atinge a superfície da Terra,pois é filtrada pela atmosfera; Ultravioleta B (290 – 320nm) – é a radiação que produz eritema, ou seja, deixa a pele vermelha; Ultravioleta A (320 – 400nm) – tem capacidade menor de deixar a pele vermelha.

A proporção de UVA que alcança a superfície da Terra é cerca de 20 vezes superior a de UVB. Ambas as radiações, mas especialmente a UVB, pode variar significativamente dependendo da altitude, latitude, estação do ano e das condições climáticas e ambientais. A intensidade da radiação UVA é constante durante todo o ano, atingindo a nossa a pele da mesma maneira tanto no verão quanto no inverno. Ao longo do dia não há muita variação da sua intensidade, sendo discretamente maior entre as 10 e 16hs. Essa radiação penetra profundamente na nossa pele, sendo a principal responsável pelo envelhecimento cutâneo. Ela também favorece ao surgimento do câncer de pele. A radiação UVB possui incidência aumentada durante o verão, principalmente entre as 10 e 16 horas, quando neste horário a quantidade de UVB que chega a Terra é máxima. Esta radiação penetra mais superficialmente na nossa pele e é a grande responsável pelo o surgimento do câncer de pele. Leia mais