Posts

Inverno: tempo ideal para tratar a pele

O inverno é a estação do ano ideal para a realização de tratamentos a laser, luz pulsada e peelings.

– Lasers fracionados, ablativos e não ablativos – hoje, no mercado existem 2 tecnologias, o laser de CO2 e o laser de érbio. Ambos estão indicados para o tratamento do foto envelhecimento, flacidez cutânea, cicatrizes de acne e estrias. O laser ablativo é mais agressivo, pois destrói a epiderme em pequenas áreas, gerando calor na derme e promovendo a imediata contração do colágeno. Há também estímulo a produção de novo colágeno e o seu remodelamento. O laser não ablativo emite grande quantidade de energia, que penetra na pele, poupa a epiderme e a concentra na derme. Isto estimulará a formação de um novo colágeno e melhorará a qualidade da pele. Leia mais

Pele de Noiva

Para chegar ao grande dia com a pele impecável é importante planejar-se. Seis meses antes do SIM!, marque uma consulta com seu dermatologista que montará um programa de tratamento para você. A partir deste dia, diga adeus ao sol, afinal, queremos melhorar as manchas e marcas de expressão. Na primeira consulta, serão prescritos ácidos e cremes adequados ao seu tipo de pele e uma programação de tratamentos. É neste momento que está indicado o início da depilação a laser, um método já consagrado para redução permanente dos pelos. Também está indicado o início do tratamento com Luz Intensa Pulsada (intervalo mensal entre as sessões), Peelings de cristal e químicos (intervalo quinzenal a mensal) e Laser Fracionado (intervalo mensal). Leia mais

Por que é tão difícil tratar as OLHEIRAS ?

 Porque as olheiras possuem inúmeras causas – há o componente vascular (pele fina e altamente vascularizada, havendo vasos frágeis que podem proporcionar o vazamento de hemoglobina – as sombras infra orbitais ocorrem pelo acúmulo de hemoglobina e à coloração de seus produtos de degradação (biliverdina,bilirrubina e ferro) na derme e epiderme) ; há o componente por deposição dérmica de melanina (fatores como a exposição solar podem levar a maior produção de melanina e seu depósito na derme) ; o componente secundário a dermatite de contato ou atópica levando a hiperpigmentação pós inflamatória (pelo inchaço e fricção causa uma irritação e posterior hipercromia) ; escurecimento decorrente de flacidez e excesso de pele ; insônia e cansaço persistente (há estase dos vasos sanguíneos, levando a mudança de cor nesta região).

Dentre os tratamentos podemos citar a luz pulsada, peelings, laser fracionado, uso de produtos específico para esta região em casa, preenchimento com ácido hialurônico…