Posts

Toxina Botulínica – o que você precisa saber!

Toxina botulínica é a substância produzida pela bactéria Clostidium Botulinum. Esse produto é um complexo proteico de neurotoxina purificada, com alto peso molecular, estabilizada e que vem na apresentação na forma de pó seco.

Ela vem dentro de um frasco estéril embalado a vácuo. As marcas existentes no Brasil de toxina botulínica são as seguintes: Botox®, Dysport®, Xeomin® e Prosigne®. O médico escolhe a marca que está acostumada a trabalhar e possui mais experiência. Todas elas irão proporcionar o mesmo efeito que é o relaxamento/paralisação da musculatura. Dessa maneira, os músculos faciais não conseguirão se contrair e, com isso, não há formação da ruga!

Ela está indicada para as RUGAS DINÂMICAS, que são aquelas provocadas pela contração muscular. As áreas mais comuns da aplicação são as seguintes: testa, glabela e peri-orbitária. O seu efeito dura entre 4 a 6 meses e varia de indivíduo para indivíduo. Após a aplicação, não pode abaixar a cabeça por 4 horas e não massagear a área tratada. Pode ocorrer uma leve dor de cabeça e ficar algum “roxinho” que é facilmente disfarçado com uma base.

Leia mais

PEELING QUÍMICO – entenda esse procedimento!

O peeling químico consiste na aplicação de um ou mais agentes esfoliantes na pele, resultando na destruição da epiderme e/ou derme, seguida da regeneração dos tecidos epidérmicos ou dérmicos. Essa técnica produz uma lesão PROGRAMADA e CONTROLADA na pele, resultando no seu rejuvenescimento, com redução das lesões ásperas, manchas, rugas e algumas cicatrizes superficiais. Os peelings podem variar do muito superficial ao profundo. Tudo vai depender do tipo de ácido e concentração que será usado, assim como a profundidade da lesão que queremos tratar.  Dentre os agentes mais comuns, podemos citar: Ácido Salicílico, Jessner, Ácido Retinóico, Ácido Mandélico, Ácido Tricoloroacético, Ácido Glícólico,…entre outros!

Antes de realizar este procedimento, você deve consultar o seu médio que prescreverá ativos para PREPARAR a sua pele para a realização do peeling. Esta preparação terá como objetivo melhorar a penetração do agente químico, uniformizar a sua ação e observar seu não há alergias aos agentes químicos.

Durante a fase de PÓS PEELING, não devemos se expor ao sol, usar muito filtro solar, não arrancar as “peles” que irão se soltar, usar regeneradores cutâneos e água termal. O tempo de descamação irá depender do agente utilizado e da sua profundidade.