Você sabe as diferenças entre as radiações solares?

A radiação solar pode ser dividida em três grupos:

– Radiação Infravermelha: responsável pela produção de calor

– Luz Visível

– Radiação Ultravioleta: é a radiação com maior atividade biológica e é dividida em três diferentes faixas: Ultravioleta C (200 – 290nm) – não atinge a superfície da Terra,pois é filtrada pela atmosfera; Ultravioleta B (290 – 320nm) – é a radiação que produz eritema, ou seja, deixa a pele vermelha; Ultravioleta A (320 – 400nm) – tem capacidade menor de deixar a pele vermelha.

A proporção de UVA que alcança a superfície da Terra é cerca de 20 vezes superior a de UVB. Ambas as radiações, mas especialmente a UVB, pode variar significativamente dependendo da altitude, latitude, estação do ano e das condições climáticas e ambientais. A intensidade da radiação UVA é constante durante todo o ano, atingindo a nossa a pele da mesma maneira tanto no verão quanto no inverno. Ao longo do dia não há muita variação da sua intensidade, sendo discretamente maior entre as 10 e 16hs. Essa radiação penetra profundamente na nossa pele, sendo a principal responsável pelo envelhecimento cutâneo. Ela também favorece ao surgimento do câncer de pele. A radiação UVB possui incidência aumentada durante o verão, principalmente entre as 10 e 16 horas, quando neste horário a quantidade de UVB que chega a Terra é máxima. Esta radiação penetra mais superficialmente na nossa pele e é a grande responsável pelo o surgimento do câncer de pele.

A manifestação daquela vermelhidão é mais frequente nas pessoas de pele clara e inicia-se após 2 a 4 horas da exposição ao sol e fica mais intenso em cerca de 24 horas após. A principal radiação determinante para isso é a radiação Ultravioleta B.

A pigmentação solar (bronzeado) pode ser imediato e tardio. A pigmentação imediata, mas evidente em pessoas de pele morena, inicia-se alguns minutos após a exposição solar, atinge o máximo cerca de 2 horas após a exposição e regride poucas horas após o final da mesma. Essa pigmentação imediata é decorrente da ação radiação ultravioleta A que leva à foto-oxidação da melanina pré formada. Já a pigmentação tardia, que também ocorre nas pessoas de pele mais morena ou escura, é promovida pelo aumento da produção de melanina. Seu aparecimento inicia-se após 3 dias da exposição solar e pode durar meses. Esse bronzeamento tardio é provocado tanto pela radiação UVA e UVB. Vale ressaltar, que a radiação infravermelha e a luz visível também produzem bronzeamento tardio, mas em escala muito menor.

A radiação ultravioleta é a responsável pela indução do câncer de pele e do fotoenvelhecimento (rugas,manchas,pele ressecada).

Por isso, proteja-se sempre do sol, evitando a exposição nos horários entre 10 e 16 horas e use filtro solar.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *