Toxina Botulínica nas axilas – Entenda esse procedimento!

A aplicação de Toxina Botulínica (Botox ®) nas axilas está indicada como uma opção de tratamento para a Hiperidrose Axilar! A hiperidrose é uma doença caracterizada pelo excesso de produção de suor.
A toxina botulínica irá bloquear fibras colinérgicas simpáticas pós-ganglionares na região das glândulas sudoríparas, ou seja, ele bloqueia a transmissão nervosa das glândulas sudoríparas e, com isso, a produção do suor é inibida. Esse é temporário. A sua duração varia de pessoa pra pessoa (entre 6 a 12 meses). Quando o efeito termina, uma nova aplicação pode ser realizada.
Consulte sempre o seu Dermatologista!

Drenagem Linfática – Invista nesse procedimento!

É uma massagem feita com pressões suaves, lentas, intermitentes e relaxantes, que seguem o trajeto do sistema linfático, tendo como objetivo proporcionar a regeneração e a defesa dos tecidos, aumentando a diurese e a eliminação das toxinas desenvolvendo o equilíbrio do organismo. Com isso, algumas das suas funções são aprimoradas trazendo vários benefícios como a redução de edemas linfáticos causados por problemas de circulação, gravidez ou retenção hídrica. Além disso, reduz e evita novas fibroses e edemas pós-cirúrgicos e auxilia como coadjuvante no tratamento da celulite.

Você usa ÁGUA TERMAL?

Ainda não incluiu este querido produto no seu dia a dia???
Bom, então já está mais do que na hora de ter a sua!
A ÁGUA TERMAL é uma água RICA, ou seja, ela contém minerais como sódio, magnésio, zinco, boro e manganês contidos nas rochas e que emergem na superfície sob a forma de fontes. Isso mesmo…ela é uma água subterrânea! Esse querido produto tem propriedades HIDRATANTES, ANTI-INFLAMTÓRIAS LEVE e colabora na RENOVAÇÃO CELULAR! Por isso ela está indicada como um auxiliar na hidratação da pele, no tratamento do envelhecimento cutâneo, da rosácea e após procedimentos estéticos, como laser e peelings! Ah…e antes de fazer seu MAKE, aplique a sua água termal e sua pele agradecerá mais tonificada e hidratada!

Desodorantes x Antitranspirante – Saiba a diferença!


Os desodorantes têm como função reduzir o odor das axilas. Já os antitranspirantes e antiperspirantes reduzem a quantidade de suor. Antitranspirante e antiperspirante são sinônimos. O objetivo deles é reduzir a umidade axilar; atuam limitando a quantidade de secreção das glândulas sudoríparas, levando uma redução na produção do suor glandular; ocorre a obstrução da eliminação do suor para o meio externo. Eles estão indicados para reduzir ou inibir transpiração.

Roupas e Acessórios com proteção solar – Vale a pena usar?

Estes produtos são uma alternativa à proteção solar na forma de vestuário. As partes do corpo cobertas por eles dispensam o uso de cremes protetores porque seu efeito é permanente e não sai na água nem com a umidade natural da transpiração. Os tecidos são especialmente selecionados em função de sua trama e recebem um tratamento específico que garante o bloqueio da radiação solar. A garantia de proteção prolongada pela peça está diretamente relacionada aos cuidados com ela, lavando-as sem o uso de alvejantes químicos, secar a sombra e não guardá-las molhadas para evitar o desgaste do tecido. Vale ressaltar que o uso das peças não dispensa a aplicação do protetor solar nas regiões que estão descobertas.

O que é o eczema?

Eczema (ou Dermatite) é uma inflamação, aguda ou crônica, na pele que causa sintomas como coceira e vermelhidão. Podem ter diferentes causas, sendo o mais comum os de causa alérgica. Clinicamente, manifesta-se com placas  vermelhas, descamativas ou não, com pequenas bolhas e que coçam muito. Para o correto diagnóstico e tratamento, consulte o seu Dermatologista!

Miliária – Você conhece?

Miliária é o nome médico da conhecida BROTOEJA. Ela é uma dermatite inflamatória causada pela obstrução das glândulas sudoríparas, impedindo a saída do suor. As lesões geralmente acometem o tronco, pescoço, axilas e áreas de dobras de pele. Clinicamente, observa-se pequenas bolhas de água e dependendo da profundidade em que ocorreu o bloqueio no duto excretor podem surgir bolinhas (pápulas) vermelhas e inflamadas. Há coceira e queimação nos locais acometidos. Quando há pus, provavelmente está ocorrendo uma infecção bacteriana secundária. Ela é mais comum em crianças e bebês, mas adultos também podem ser acometidos. Para melhora das lesões devemos manter o ambiente fresco e ventilado, usar roupas leves e tratamento tópico que será prescrito pelo seu médico. Como prevenção, devemos evitar o uso de roupas em excesso, principalmente, em dias quentes e sempre que possível, use roupas de algodão ou fibra natural, pois roupas sintéticas costumam reter o calor e suor.

Rosácea

A rosácea é uma doença inflamatória crônica observada principalmente na pele do rosto, com períodos de exacerbação e de melhora, afetando 10% da população. A sua causa é desconhecida. Há um processo inflamatório que envolve vasos da pele e a unidade pilossebácea, levando a vermelhidão, queimação, coceira, sensibilidade na pele e flushing (crises de vermelhidão facial).Pode haver também pequenos vasos sanguíneos dilatados (telangiectasias), lesões avermelhadas e elevadas ( ) e pontos amarelos (pústulas). Para o correto diagnóstico e tratamento consulte o seu Dermatologista!
Fatores que pioram/desencadeiam quadros de Rosácea:
– Agentes locais: cosméticos, retinoides, corticoides, sabonete com alta detergência
– Álcool, Tabaco
– Alimentos: pimenta, chocolate, cafeína, alimentos quentes
– Alterações ambientais: frio excessivo, calor excessivo, vento
– Fatores emocionais
– Exercícios físicos
– Alterações hormonais

Micoses

As micoses são afecções cutâneas causadas por fungos. Elas podem se manifestar por manchas brancas ou vermelhas que coçam localizadas ou não em áreas de dobras (por exemplo, axilas, entre os dedos das mãos e pés e virilha). Leia mais

Acne

Acne

Acne nada mais é do que um conjunto de manifestações muito comuns na adolescência que são os famosos cravos, espinhas, cistos e cicatrizes. A glândula sebácea é a maior responsável pelo surgimento da acne, pois é ela que produz a oleosidade. Quando somos crianças, as nossas glândulas estão inibidas, pequenas e não produzem nenhum sebo. No entanto, na puberdade a acne aparece. Leia mais